Salmo

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Deus nos amou primeiro.

 

"E estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo." Efésios 2:5

Pensamento: Eis o grande mistério !!! Eis a grande obra de Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador !!! A salvação que Ele nos trouxe, o direito à vida eterna, vida plena e abundante, vida para quem estava morto, e agora pode ter a alegria de ter uma nova vida juntamente com Cristo. Muitas vezes esquecemos de que fomos salvos, de que a graça de Deus nos alcançou, e tudo isso porque Deus nos amou primeiro, amor incondicional, mesmo que não sejamos merecedores, mesmo assim, nosso Pai nos amou. Por isso vamos nos alegrar, vamos colocar nossos olhos para o alto, vamos deixar um pouco de lado a dureza da vida, e vamos olhar para as coisas que nos aguardam na vida eterna.

Oração: Pai querido, obrigado pela salvação, porque eu entendo, que se não fosse através de Jesus, eu jamais teria acesso a vida eterna. Obrigado pelo seu amor, derramado sobre minha vida. Ajuda-me a entender e a lembrar a cada momento, que o dom da salvação, este que o Senhor já nos deu, é maior do que qualquer outra necessidade, e maior que qualquer outro dom. Perdoa, pelas vezes que eu tenho murmurado, quando eu olhei somente para as coisas deste mundo, e esqueci de contemplar o Seu Reino, no qual eu vou morar por toda a eternidade. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

Celebrando o novo nascimento- Feliz Natal

sábado, 21 de dezembro de 2013

Sono tranquilo e reparador

 


"Estabelecerei paz na terra, e dormireis seguros, e não haverá quem vos espante;" Levítico 26:6a

Pensamento: “Ah! Se tu soubesses o que à tua paz pertence!” Palavras de Cristo, tão atuais e tão confortadoras, num mundo que, sabemos, jaz no maligno. O crente em nosso Senhor, certamente, enfrenta lutas, desafios, tentações; no entanto, conta, em suas angústias, com o Consolador e com a doce paz de Cristo. E o sono é tranqüilo e reparador... “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou”.

Oração: Senhor, bem-aventurados somos, por meditarmos em tua sublime Palavra. Tu és nosso consolo e te amamos com todas as forças do nosso coração. Em nome de Jesus, amém !!!

Enviado por: Adalto José de Sousa
Devocional diário

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Não permita que o medo o incapacite





Não Permita Que o Medo o Incapacite 
Por Jim Mathis

Bill Moore, que foi meu vizinho durante minha infância, morreu recentemente aos 97 anos. Bill viveu do outro lado da rua durante todo o tempo enquanto eu crescia. Por vários anos ele alugou terras de minha família para servirem de pasto às suas vacas leiteiras. 
 
Sua morte me fez recordar do dia quando eu tinha 6 ou 7 anos de idade, e com meu primo Bobby, decidimos tomar um atalho pelo pasto ao ir para nosso ponto favorito de pesca. Bill tinha um enorme e velho touro intratável, com forte instinto protetor do seu pasto. Quando o touro nos viu cruzando “suas terras”, aparentemente não gostou da ideia e decidiu nos expulsar.
 
Bobby e eu corremos o mais rápido que pudemos e mergulhamos por baixo da cerca de arame farpado rumo à segurança. Não me recordo de ter olhado para trás para ver o quão perto o touro chegara de nós, ou se o som do seu resfolego e de suas patas no solo nos mantiveram correndo. Mas sei que estávamos mortos de medo. Talvez eu tivesse assistido desenhos animados demais, mostrando touros agressivos soltando fumaça pelas narinas, mas o medo, naquele caso, um medo saudável, nos impulsionou para fora do pasto. 
 
O medo pode ser um grande motivador, levando-nos a evitar ou a fugir do perigo, e encorajando-nos a buscar ativamente por segurança. Psicólogos falam sobre  “instinto de luta ou fuga” em momentos perigosos, o que é muito útil. Ao mesmo tempo, o medo pode ser debilitador, impedindo-nos de seguir nossos sonhos, tomar a iniciativa de nos demitirmos de um emprego ruim ou encontrar motivação para tentar algo diferente no trabalho ou na vida diária.
 
Recentemente vi uma placa dizendo que vencer o medo do fracasso é o início da criatividade. Toda grande realização tem sido precedida, num certo grau, por vitória sobre o medo. Medo de fracasso, do ridículo, de descobrir que o desafio é muito maior do que prevíamos, de nos aventurarmos além da nossa zona de conforto. Medo de realizar o que “ninguém jamais fez antes”!
 
A Bíblia fala muito sobre medo, reconhecendo que ele é uma das mais básicas e comuns das emoções. Ela fala que grande parte do medo é desnecessária se depositarmos nossa confiança em Deus e em Seus recursos. Por exemplo:
 
Certeza de que não estamos sozinhos. Um dos motivos para nos sentirmos temerosos é o sentimento de isolamento, de que estamos enfrentando desafios e obstáculos totalmente sós. Deus diz que isto não é verdade: “Por isso, não tema, pois estou com você;  não tenha medo, pois sou o seu Deus” (Isaías 41:10). 
 
Certeza do socorro de Deus. Vencido pelo medo, para onde você se volta? Deus diz para nos voltarmos para Ele. “Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a Minha mão direita vitoriosa” (Isaías 41:10).
 
Certeza do amor e cuidado de Deus. Quando confiamos no amor e cuidado infalíveis de Deus, podemos enfrentar nossos medos cara a cara. “No amor não há medo; ao contrário o perfeito amor expulsa o medo, porque o medo supõe castigo. Aquele que tem medo não está aperfeiçoado no amor” (I João 4.18). 
 
Quer sejam nossos medos reais ou imaginários, quer o touro esteja blefando ou realmente nos perseguindo, precisamos avaliar a situação com exatidão, encarar e vencer nossos temores e seguir nossos sonhos. Se Deus nos deu um sonho ou desejo ambicioso, podemos confiar Nele para nos guiar e providenciar os recursos para sua realização.

Aliança

 

"Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo. E fez Noé conforme a tudo o que o SENHOR lhe ordenara." Gênesis 6:18, 7:5

Pensamento: Assim como Nóe, nós temos promessas de Deus especificas para as nossas vidas. Mas não podemos nos esquecer que toda a promessa ela é condicionada a obediência, ao cumprimento da vontade do Senhor. Para que a aliança de Deus fosse estabelecida na vida de Noé, foi preciso que ele fizesse TUDO conforme o Senhor havia lhe ordenado. Muitas vezes as promessas de Deus não se cumprem em nossas vidas por não nos submetermos e nos condicionarmos ao que Deus está ordenando. O Senhor tem prazer em nos abençoar, mas também é necessário que façamos a nossa parte.

Oração: Pai, eu creio em cada uma das promessas feitas pelo Senhor sobre a minha vida, creio e não abro mão de nenhuma delas, mas peço ao Senhor que direcione a cumprir a todas as condições para que elas se tornem realidade em minha vida. Em nome de Jesus eu oro e já agradeço, crendo que o Senhor trabalha em meu favor, amém!

Enviado por: Marcela
Devocional diário

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Força e Esperança



 
"Porque o SENHOR dos Exércitos o determinou; quem o invalidará? E a sua mão está estendida; quem pois a fará voltar atrás?" Isaías 14:27

Pensamento: Enfrentamos muitas dificuldades em nossas vidas, um emprego que não chega, um homem de Deus que ainda não apareceu, desentendimentos em família, problemas de saúde, causas que achamos impossíveis de resolver etc. Mas diante de todas essas dificuldades temos a certeza do amor de Deus em nossas vidas, a certeza de que tudo isso é passageiro e que no momento certo o Senhor vai entrar com providência. O Diabo sabe dos planos de Deus para nossas vidas e ele tenta fazer tudo para atrapalhar. Mas nessa hora entra o Espírito Santo de Deus com todo seu amor e justiça para determinar nossa vitória. Pois o Senhor fala e cumpre, porque Ele nem é homem para que minta e nem filho de homem para que se arrependa!

Oração: Pai te agradeço por estar comigo em todas as minhas dificuldades me dando força e esperança, com a certeza que Tu vais suprir minhas necessidades de acordo com a Tua vontade.Te peço em nome de Jesus que abençoe minha vida e de todos meus irmãos em Cristo. Amém.

Enviado por: Katherine Pinheiro
Devocional diário

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Alimentação saudável


"Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus." Mateus 4:4

Pensamento: Uma alimentação saudável é essencial para a vida humana, e isto vale tanto para o alimento físico, quanto para o alimento espiritual. É necessário, portanto, que estejamos atentos ao tipo de alimento que estamos consumindo, pois muitos alimentos causam doenças espirituais, tais como: depressão, medo, inveja, soberba, etc. Evite os alimentos oferecidos pelo mundo: moda, filosofias, prazeres... e alimente-se da Palavra de Deus, porque somente Ela te dá vida, e vida em abundância. Jesus disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede (João 6:35). Que banquete está preparado para você, meu irmão, sirva-se a vontade!

Oração: Pai querido, sacia nossas almas e nossos corações. Não permita que venhamos a sofrer de desnutrição, por não nos alimentarmos do seu Pão. Que a cada dia sua Palavra supra nossas necessidades físicas, emocionais e espirituais, e que possamos sentir o sabor do céu em cada refeição Bíblica que realizarmos, em nome de Jesus! Amém!

Enviado por: Jeferson Leite
Devocional diário

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Reflexão


 "Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação." 1 Tessalonicenses 4:7

Pensamento: Santidade é um dos principais atributos de DEUS e uma das características que deve ser desenvolvida pelos discípulos de JESUS. E quem são os discípulos de JESUS, senão aqueles que seguem a Cristo? Ser santo é ser separado do que é impuro e consagrado ao que é puro. DEUS é santo e nEle não há nada sujo ou impuro. E a partir do momento que nós somos considerados discípulos de JESUS, passamos a ter como uma de nossas características a santidade. Todos nós somos chamados por DEUS para separarmos e consagrarmos as nossas vidas a Ele. A pessoa considerada santa é aquela que é separada por DEUS para o adorar e para o servir, cumprindo assim a Sua vontade.

Oração: Pai Amado e Querido, peço forças para me afastar do que é impuro. Me de discernimento espiritual para identificar as ciladas de satanás para roubar minha santificação. Mostre-me quais são as áreas de minha vida que não Te agradam para que eu possa me consertar. Declaro que sou completamente dependente e obediente a Ti. Em nome de Jesus, Amém.

Enviado por: Vanessa Rocha Parisotto
Devocional diário

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Uma benção de Natal

Uma Bênção de Natal

Não existe maior declaração de amor do que: “Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3.16). Todo ano, à medida que o mês de dezembro vai passando, nosso mundo é envolvido e absorvido por aquilo que se acredita tornar a celebração de Natal tão especial. Há presentes para serem comprados, cartões a serem escritos e festas para participar com a família e com amigos. Contudo, o feriado não é a respeito dessas coisas.
O Natal está relacionado com o amor de Deus, prometido pela primeira vez séculos atrás, a um homem fiel chamado Abraão. Este, de acordo com a instrução do Senhor, partiu “de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã” (Gn 11.31). O Senhor prometeu a Abraão muitas coisas maravilhosas, inclusive: “Em ti serão benditas todas as famílias da terra” (Gn 12.3).
Através de Abraão, Deus prometeu manifestar Seu amor à humanidade. Sua promessa revelou uma centelha do que deveria finalmente se tornar a encarnação: o próprio Deus se tornando homem na pessoa do Messias.
O Senhor estabeleceu uma aliança com Abraão, fazendo dele o progenitor do povo judeu: “Farei uma aliança entre mim e ti e te multiplicarei extraordinariamente” (Gn 17.2). Abraão e Sara não tinham filhos. Mas Deus é onipotente; e no ano seguinte, quando Abraão fez cem anos e Sara noventa, Ele os abençoou com um filho. Deus lhes disse para darem ao menino o nome de Isaque; e declarou: “Estabelecerei com ele a minha aliança, aliança perpétua para a sua descendência” (Gn 17.19).
Depois, Deus deu a promessa ao filho de Isaque, Jacó (Gn 28.13-14). Mais tarde, Ele revelou que o Messias viria de Judá, filho de Jacó (Gn 49.10) e, finalmente, do descendente de Judá, o Rei Davi (1Sm 13.14). A Davi, Deus disse: “tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre” (2Sm 7.16).
Muito tempo depois da morte de Davi, a promessa ainda permanecia. O profeta Isaías declarou: “Do tronco de Jessé [pai de Davi] sairá um rebento, e das suas raízes, um renovo” (Is 11.1). “Porque um menino nos nasceu [falando sobre a humanidade do Messias], um filho se nos deu [falando sobre Sua deidade]” (Is 9.6).
O Senhor havia criado toda uma nova nação, a nação de Israel, para trazer ao mundo a realidade do único Deus verdadeiro, Sua Palavra e Seu amor.
Esse amor apareceu na primeira noite de Natal na forma de um bebê envolto em panos e deitado em uma manjedoura (Lc 2.7). O amor divino é a mensagem que o anjo compartilhou com os pastores que “guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite. (...) Não temais; eis aqui vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor” (Lc 2.8,10-11).
Naturalmente, o dia 25 de dezembro não é o dia exato em que o Messias, prometido há tanto tempo, entrou no tempo e no espaço na manjedoura de Belém. No entanto, o fato de existir um dia para nos lembrarmos e para comemorarmos Sua chegada é realmente adequado porque, naquela noite, Deus deu, ao mundo de pessoas pecadoras, um Salvador, Aquele que levou nossos pecados, que era o próprio Deus.
O Todo-Poderoso criou a nação judaica como Seu tesouro especial para trazer o remédio final contra o pecado a um mundo sem esperança e cheio de necessidades. Seu dom da salvação através do Messias é gratuito para todos: “A todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus” (Jo 1.12).
Neste Natal, quando celebrarmos o amor sacrificial de Deus, deveríamos também agradecer-Lhe por Seu amado povo de Israel, através do qual Ele nos trouxe o Redentor. “Orai pela paz em Jerusalém” (Sl 122.6). (Thomas C. Simcox - Israel My Glory - http://www.chamada.com.br)

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor.

 
 
 
 
 
 
  
...para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão
nos céus, e na terra, e debaixo da terra,e toda língua confesse que
Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.
    -- Filipenses 2:10-11

PENSAMENTO:
   Adoro o fato de que faço todos os dias o que todo mundo  um dia
fará: prostro-me diante da majestade de Jesus e proclamo o Senhorio
de Jesus Cristo para honrar a glória do Pai. Quão maravilhoso é
poder fazer esta proclamação por causa da graça, em vez de fazer
por medo no fim de uma vida gasta em rebelião, negação e
desperdício.

ORAÇÃO:
   Pai, eu Lhe louvo pela verdade sobre Jesus que um dia será
totalmente compreendida por todo o mundo que já existiu. Que a
minha vida mostre essa verdade na maneira que trato as pessoas
hoje. Que meus lábios proclamem satisfatoriamente essa verdade para
que outros possam conhecer Jesus como Senhor hoje.  Em nome de
Jesus. Amém.

http://www.iluminalma.com

Moda Verão 2014 ( tendências )






Ele conhece tuas frustações

 
"Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se estiveras aqui, não teria morrido meu irmão. Mas também sei que, mesmo agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá." João 11:21-22

Pensamento: Jesus havia recebido a notícia da morte de Lázaro e foi ao encontro de Marta e Maria que estavam profundamente tristes e decepcionadas !!! Marta recebe Jesus com uma palavra dura: “se estiveras aqui, não teria morrido meu irmão”... Podemos até dizer que ela tinha razão e concordar, porque isso era uma verdade !!! Mas o fato é que Jesus estava em outro local, e agora não adiantava chorar pelo leite derramado. Muitas vezes, diante das frustrações e decepções fazemos exatamente igual, ficamos presos as coisas do passado, reclamando por algo que já aconteceu. Mas graças a Deus esta passagem nos ensina algo maravilhoso !!! Quando Marta eleva seus olhos aos céus, reconhece que está diante de Deus e faz seu apelo a Jesus, sua esperança se renova e logo em seguida, ao ressuscitar Lázaro, Jesus mostra sua fidelidade. É possível que você tenha passado por momentos de grandes decepções, que lhe trouxeram frustrações, desânimo, abateram e oprimiram, mas Deus tem uma boa notícia para você hoje: ELE CONHECE TODAS AS TUAS FRUSTAÇÕES E DECEPÇÕES. Entregue-as agora ao Senhor e Ele as transformará em vitórias !!!

Oração: Pai querido, graças te dou, pela Sua bondade, pelo Seu amor, pelo Seu cuidado, pelo Seu perdão e por tudo que o Senhor tem feito por mim. Por favor, ajuda-me nos momentos difíceis, a encarar as tristezas e as decepções, e ajuda-me a colocar sempre a esperança no Senhor. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocíonal diário

sábado, 7 de dezembro de 2013

"Vereis outra vez a diferença."

 


"Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que nao o serve." Malaquias 3:18

Pensamento: O povo que recebeu essa palavra divina por intermédia do profeta Malaquias, estava murmurando, eles olhavam para a vida dos soberbos, os que não tinham parte com Deus e os titulavam como mais felizes. Há momentos que pensamos que Deus já não esta conosco, olhamos para tudo aquilo que fizemos em prol de nossa fé e chegamos a conclusão que nada valeu a pena. Quando a palavra de Deus diz “vereis outra vez a diferença” é porque ele já o fez na vida dos homens do passado como Abraão, Isaque, Jacó e tantos outros que não duvidaram do poder e do cuidado de Deus e que assim obtiveram a notória DIFERENÇA proposta por Ele. Deus quer fazer o mesmo em tua vida. Creia!

Oração: Senhor meu Deus e meu Pai, eu te peço abra meus olhos para enxergar o teu poder agindo na minha vida, e me faça entender o tempo e o modo que o Senhor trabalha. Eu te peço em nome de Jesus amém.

Enviado por: Luiz Sales
Devocional diáro

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

As escolhas têm suas consequências

 
"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas convêm; todas são lícitas, mas nem todas edificam. Ninguém busque o seu próprio interesse, e sim o de outrem." 1 Coríntios 10:23-24

Pensamento: Nós cristãos podemos fazer qualquer coisa, tudo é permitido, mas por escolha própria, decidimos fazer só aquilo que nos edifica, que agrada ao nosso Pai, pois sabemos que isto é o melhor para nossa vida. Ainda que tenhamos, a liberdade para fazer qualquer coisa, como beber, fumar, enganar, mentir, não o fazemos pois sabemos que todas as escolhas têm suas consequências, e prefirimos praticar somente aquilo que é bom para nós. Esta é a sabedoria que vêm de Deus para nossa vida.

Oração: Precioso Deus e Todo Poderoso Pai, quero agradecer especialmente pela minha liberdade espiritual, conquistada por Jesus, e revelada pelo Espirito Santo. O Senhor me ensinou que após a entrega da minha vida a Jesus, eu passei a experimentar uma liberdade que eu não conhecia, pois antes era escravo do pecado e dos desejos da carne. Hoje em dia posso todas as coisas, mas quero praticar somente aquilo que for do seu agrado, e traga bons resultados para minha vida. Em nome de Jesus eu oro. Amém.
Devocional diário

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Ninguém sabe quando o Senhor voltará.

  
 
 
 
 
 “Estejam prontos para servir, e conservem acesas as suas
candeias, como aqueles que esperam seu senhor voltar de um banquete
de casamento; para que, quando ele chegar e bater, possam abrir-lhe
a porta imediatamente. Felizes os servos cujo senhor os encontrar
vigiando, quando voltar. Eu lhes afirmo que ele se vestirá para
servir, fará que se reclinem à mesa, e virá servi-los. Mesmo que
ele chegue de noite ou de madrugada, felizes os servos que o senhor
encontrar preparados. Entendam, porém, isto: se o dono da casa
soubesse a que hora viria o ladrão, não permitiria que a sua casa
fosse arrombada. Estejam também vocês preparados, porque o Filho do
homem virá numa hora em que não o esperam”.
    -- Lucas 12:35-40

PENSAMENTO:
   Faltou pouco para as virgens estarem preparadas. Por pouco
Pilatos não poupou Jesus. Faltou pouco para Agripa ser persuadido.
Em parábolas e histórias reais, houve tantas pessoas que quase
foram salvas. No entanto, por pouco se perderam. Como alguém disse,
ser quase salvo é ser totalmente perdido. O que é que nos falta? Um
pouco de arrependimento? Um pouco de obediência? Será que por tão
pouco estamos dispostas a arriscar a nossa salvação? Satanás está
contando que pensaremos pouco do pouco que nos falta. Com esta
armadilha ele já tragou tantos desde os dos dias de Jesus até hoje.
O que é que lhe falta ainda? Ninguém sabe quando o Senhor voltará.
Mas, de uma coisa temos certeza, quem estiver pronto irá com Ele,
quem não estiver, ainda que seja por pouco, será perdido. Vamos nos
preparar!

ORAÇÃO:
   Grandioso Deus, preciosa é a palavra do Senhor. Obrigado por não
nos deixar cair na armadilha do inimigo. Se for pouco ou muito, que
todos possam ouvir e atender a este alerta. Queremos estar prontos
quando nosso Salvador voltar. Em nome e por amor a Jesus oramos.
Amém.

http://www.hermeneutica.com

domingo, 1 de dezembro de 2013

Maquiagem perfeita Look

5 truques para uma maquiagem perfeita.

Marcos Costa ensina truques para um visual perfeito.

Alguns cuidados com o make podem fazer toda a diferença no resultado da sua produção.



Exagerou no corretivo? O traço do delineador ficou torto? Não sabe quando usar o gloss? O maquiador oficial da Natura, Marcos Costa, ensina cinco dicas fundamentais de maquiagem.

//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

1) Preparação da pele, o passo mais importante



“Aplicar base, corretivo e pó demora menos de dois minutos, mas faz toda a diferença, e é o que de fato faz a maquiagem durar mais tempo”, ressalta Marcos Costa. Essa é a parte mais importante da maquiagem, então separe alguns minutos do seu dia para que ela seja feita com calma e cuidado, afinal, nem demora tanto assim.

2) Aposte no gloss



O make está muito carregado e você não quer usar um batom colorido? Vá de gloss! “O gloss não é mais tendência, virou parte do kit básico”, afirma Marcos Costa. Ele é prático, rápido e tem um efeito lindo nos lábios.

3) O traço perfeito



Não adianta, não existe uma fórmula mágica que vai te tornar uma excelente aplicadora de delineador da noite para o dia. “O segredo é usar, usar e usar, até descobrir o seu jeito de aplicar. Mão firme é questão de treino, essa é a única maneira de desenvolver segurança e precisão no traço”, orienta Marcos Costa.

4) Sardas são um charme

Acredite, a maioria das pessoas acha as sardas uma graça. Prepare a pele normalmente, sem exagerar na quantidade dos produtos para não criar um visual artificial. “Use sua base de costume, corretivo (se precisar) e uma camada levíssima de pó, deixando as sardas à mostra”, incentiva o maquiador.

5) Corretivo na medida certa



Evite o famoso efeito “panda ao contrário”, que é quando a região embaixo dos olhos fica muito mais clara do que o rosto. O exagero fica ainda mais evidente se você sair em alguma foto com flash. “Mesmo quem tem olheiras muito expressivas não deve exagerar, pois ressalta ainda mais a região”, garante Marcos.

E pra você, quais são as dicas mais importantes da maquiagem?

Texto: Nicole Bleidorn

Confiar em Deus.

 
 
 
 
 “Não busquem ansiosamente o que comer ou beber; não se preocupem
com isso. Pois o mundo pagão é que corre atrás dessas coisas; mas o
Pai sabe que vocês precisam delas. Busquem, pois, o Reino de Deus,
e essas coisas lhes serão acrescentadas.”
    -- Lucas 12:29-31

PENSAMENTO:
   Das lágrimas derramadas nesta vida, quantas será que foram
derramadas por coisas que perdemos? E quantas  lágrimas foram
derramadas pelas coisas que ganhamos – que depois só nos trouxeram
dor e sofrimento? Jesus estava certo, seu Pai sabe o que você
precisa. Confie não só nas respostas dEle às suas orações. Confie
também que, antes de você pedir, Deus já está providenciando tudo
que você precisa. E tudo que Ele não lhe der, pode acreditar, era
melhor que você nunca recebesse. Você não faz idéia de tudo que lhe
espera no Reino do nosso Pai. O incrível é que, para receber esta
herança maravilhosa, basta uma coisa só – confiar em Deus.

ORAÇÃO:
   Nosso Pai, como se não bastasse tudo que o Senhor nos dá, ainda
recebemos a fé que precisamos para crer. A matemática não
contempla, Santo Deus, a dimensão da nossa dívida para com o
Senhor. Não há palavras em todos os idiomas da terra somados para
expressar o quanto somos gratos ao nosso Deus. Obrigado, Pai. Que
nossos atos possam dizer o que palavra nenhuma consegue descrever.
Obrigado, Pai. Em nome de Jesus oramos. Amém.

http://www.hermeneutica.com

Bolo sem leite, sem glúten e sem ovo







 
 
 
 
 
 
 
 
Bolo sem leite, sem glúten e sem ovo

Ingredientes:
200 ml de suco de laranja;
1/2 copo (200 ml) de óleo;
1 copo cheio (200 ml) de açúcar;
1 pitada de sal;
2 copos e 1/2 (200 ml) de farinha de arroz;
1 colher de sopa bem cheia de fermento em pó;
1 colher de café de farinha de linhaça (ela substitui o ovo).

Modo de Preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador;
Coloque em uma forma untada com óleo;
Leve ao forno médio, pré-aquecido, por cerca de 40 minutos, ou até dourar.

sábado, 30 de novembro de 2013

Qual o significado da Coroa do Advento?



É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida… Neste Domingo iniciaremos o Tempo do Advento e o novo Ano Litúrgico, ano b, porque meditaremos o Evangelho de São Marcos.
Deus se faz presente na vida de todo ser humano e de todas as formas deixa-nos sentir seu amor e desejo de nos salvar. A palavra ADVENTO é de origem latina e quer dizer CHEGADA. É o tempo em que os cristãos se preparam para a vinda de Jesus Cristo. O tempo do advento abrange quatro semanas antes do Natal.
Atualmente há uma grande preocupação em reavivar este costume muito significativo e de grande ajuda para vivermos este tempo. A coroa ou a grinalda do Advento é o primeiro anúncio do Natal. É um círculo de folhagens verdes, sua forma simboliza a eternidade e sua cor representa a esperança e a vida. Vem entrelaçado por uma fita vermelha, símbolo tanto do amor de Deus por nós como também de nosso amor que aguarda com ansiedade o nascimento do Filho de Deus.
No centro do círculo se colocam as quatro velas para se acender uma a cada domingo do Advento. A luz das velas simboliza a nossa fé e nos leva a oração, elas simbolizam as quatro manifestações de Cristo:
1° Encarnação, Jesus Histórico;
2° Jesus nos pobres e necessitados;
3° Jesus nos Sacramentos;
4° Parusia: Segunda vinda de Jesus.
No Natal se pode adicionar uma quinta vela branca, até o término do tempo natalino e, se quisermos, podemos por a imagem do Menino Jesus junto à coroa: temos que nos atentar, porém, que o Natal é mais importante do que a espera do Advento.
Essa coroa é originária dos países nórdicos (países escandinavos, Alemanha), a qual contém raízes simbólicas universais: a luz como salvação, o verde como vida e o formato redondo como eternidade.
Simbolismos esses que se tornaram muito adequados ao mistério natalino cristão, e que por isso, adentraram facilmente nos países sulinos. Visto que se convertera rapidamente em mais um elemento de pedagogia cristã para expressarmos a espera de Jesus como Luz e Vida, em conjunto com outros símbolos, certamente mais importantes, como são as leituras bíblicas, os textos de oração e o repertório de cantos.
O comércio e o sistema deste mundo fazem questão de esquecer o verdadeiro sentido do Natal e nós podemos cair nessa, mas é possível dar presente e celebrar o verdadeiro sentido: O Menino Jesus é o nosso grande presente!
Sugestão: você pode fazer uma coroa do Advento em sua casa e celebrar com sua família à luz da nossa fé a chegada de Jesus Cristo nosso Salvador. E a cada Domingo ir acendendo as velas, convidando seus familiares para orar.
Oração: Senhor Jesus celebrar o teu Natal é fazer da minha vida, da minha casa um lugar de eternidade e salvação. Que a Tua luz brilhe em cada coração. Acendendo cada vela desta coroa do Advento queremos acender a esperança, o amor, a fraternidade e a Salvação que é o grande presente que queremos dar a todos que amamos através do menino Jesus que vai nascer em nossa família.
http://blog.cancaonova.com
Por Padre Luisinho

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Ajuda-me a viver com respeito amoroso.

 
Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma; atai-as por sinal na vossa mão, para que estejam por frontal entre os olhos. Ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentados em vossa casa, e andando pelo caminho, e deitando-vos, e levantando-vos." Deuteronômio 11:18-19
 

Pensamento: Moisés nos dá três mensagens cruciais sobre os mandamentos de Deus. Primeiro, como pais, é nossa responsabilidade ensiná-los aos nossos filhos – não é responsabilidade do governo, ou das escolas, nem das nossas igrejas. Segundo, devemos ensiná-los no dia-a-dia da nossa rotina como família. Terceiro, devemos ensiná-los continuamente, tanto com as nossas palavras, assim como, com as nossas vidas enquanto os estamos criando.

Oração: Ó Senhor Deus, por favor, abençoe-me na minha busca de compartilhar a minha fé com outros, especialmente os da minha família. Por favor, abençoe-me com um testemunho fiel a eles, as palavras certas na hora certa e a coragem e sensibilidade de dar meu testemunho com um respeito amoroso e a coragem de viver como um forte exemplo cristão para meus filhos e netos. No nome de Jesus eu oro. Amém. 
Devocional diário

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Feliz Dia de Ação de Graças!







"Os perversos serão derrubados e já não são, mas a casa dos justos permanecerá." Provérbios 12:7

Pensamento: Essa é a promessa do Senhor !!! Ruína virá sobre àqueles que destroem a vida dos outros. Mas a casa do justo permanecerá para sempre. Na volta de Jesus, todo joelho se dobrará perante o Senhor, e Ele julgará todas as pessoas com justiça e nada ficará em oculto. Neste dia, os justos de Deus brilharão como o sol e reinarão com Ele na glória celestial para todo o sempre. Justiça, amor e vida farão parte na cidade que Deus tem preparado para aqueles que O amam.

Oração: Querido Pai, que Seu reino venha com poder no nosso mundo e que Sua vontade seja feita aqui na terra assim como no céu. Que a Sua justiça esteja sempre sobre àqueles que te amam. Queremos morar no céu com o Senhor, faça com que nossa casa permaneça para sempre. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional  diario

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

O Senhor é minha luz

 
 
 
 
 
 
 O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O
SENHOR é a fortaleza da minha vida; a quem temerei?
    -- Salmos 27:1

PENSAMENTO:
   Eu adoro o litoral do estado de Maine nos EUA. A beira do mar
escabroso, as ondas explodindo e os faróis em pontos estratégicos
ao longo da orla.  Penso no nosso Pai celestial quando assisto uma
tempestade se aproximar. Lá vem ela – com relâmpagos rasgando o
céu, ventos uivando contra os elementos – mas no meio, uma luz de
direção e esperança.  Sim, o SENHOR, Jeová o Deus de Israel, o
Criador Todo-Poderoso de todas as coisas, é minha luz e minha
salvação.  Minha vida, a minha parte eterna, está ancorada nEle. 
Escolho não temer. Coloco minha confiança no SENHOR.

ORAÇÃO:
   Pai no céu, louvo-lhe por sua fidelidade através dos séculos. 
Agradeço-lhe por seu amor constante que abençoa cada geração, dando
esperança em tempos de escuridão, salvação em tempos de devassidão
e força em tempos de fraqueza. Agora peço que o SENHOR esteja com
várias pessoas que eu amo que precisam sentir a sua presença
nitidamente enquanto lutam contra o mal.  No nome de Jesus eu oro.
Amém.

http://www.iluminalma.com

sábado, 23 de novembro de 2013

Somente Ele é capaz de nos perdoar e curar.

 




"Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros e orai uns pelos outros, para serdes curados. Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo." Tiago 5:16

Pensamento: Às vezes estamos distantes do Senhor e até queremos nos aproximar outra vez, mas não encontramos forças !!! Sentimentos de vazio e tristeza tomam conta de nós !!! Quem sabe também um sentimento de culpa porque entendemos que estamos andando fora dos caminhos do Senhor. Nossa alma está doente e não sabemos onde encontrar a cura. Mas Tiago nos ensina que ao confessarmos nossos pecados, somos curados. Este é um mistério que pertence a Deus, mas podemos entender que isso acontece porque trazemos à luz àquilo que está em oculto. Em outras palavras, ao confessarmos, estamos manifestando a Deus o nosso desejo de abandonar o pecado, e reconhecendo que somente Ele é capaz de nos perdoar e curar.

Oração: Senhor Deus, prepara um momento certo, uma pessoa certa, que seja comprometida com a verdade, que faça a obra do Senhor com compromisso, para que eu possa confessar minha angustia e minhas necessidades. Prepara alguém que saiba ouvir, aconselhar e guardar segredos, pois eu preciso receber a cura do Senhor, preciso encontrar descanso para o meu coração, preciso do Seu Santo Espírito sobre mim, para que eu possa continuar te servindo e adorando cada dia mais. Em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Bom testemunho

 

"Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo;" Colossenses 3:23-24

Pensamento: Sempre nossas ações devem honrar a Deus, por isso devemos buscar a excelência em tudo o que fazemos, dando bom testemunho e de maneira alguma deixar impressões negativas do nosso comportamento. Devemos cuidar para que a intenção do nosso coração seja agradar acima de tudo a Deus, pois se não for assim cometemos pecado. Há ainda o fato de que muitas vezes na intenção de agradar as pessoas, esperamos o reconhecimento e a recompensa e nos decepcionamos. Quando fazemos para o Senhor isso nunca acontece, porque ele é fiel e justo para nos dar muito mais do que pensamos ou desejamos.

Oração: Pai querido, me ajuda a sempre dar bom testemunho nas minhas ações para que as pessoas reconheçam em mim marcas do carater de cristo, que eu sempre possa estar disposto e com a mão estendida para cumprir o meu dever e ajudar quem precisa. Perdoa as vezes que minha intenção foi agradar as pessoas ao invés de agradar ao Senhor, e sem saber cometi idolatria colocando as pessoas acima do Senhor. Sei que posso fazer todas as coisas com excelencia pois o Senhor tudo vê, e no tempo certo vai trazer minha recompensa. Amém.
Devocional diário

Nossas Batalhas





Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme toda a lei que meu servo Moisés te ordenou… então farás prosperar o teu caminho, e serás bem-sucedido
(Josué 1:7-8)

NOSSAS BATALHAS

O livro de Josué pode ser considerado um livro-chave de batalha espiritual. Israel tomando posse da terra de Canaã é uma ilustração da batalha espiritual cristã. Assim como Israel só poderia ocupar a terra prometida vencendo as batalhas, assim nós também tomamos parte em uma incessante luta.
Deus prometeu ao povo de Israel que eles iriam tomar posse da terra, subjugando seus inimigos, se seguissem os mandamentos de Deus em tudo. E hoje o crente também tem promessas espirituais que só serão realizadas se, como redimido, ele seguir seu Redentor em todas as coisas.
Contudo, em contraste com o povo terreno de Deus, os cristãos não têm promessas de prosperidade e sucessos mundanos. Deus pode abençoar uma pessoa com saúde, e outra com abundância financeira; mas Ele não nos prometeu essas coisas expressamente, como fez a Israel. Podemos agradecer por ambas, mas elas não são componentes da redenção que nos foi concedida.
Nossas promessas são maiores e mais abrangentes: são espirituais, assim como nossa vitória também é espiritual. Com a ajuda do Senhor venceremos todos os ataques e batalhas. Porém, este é um assunto que requer a maior atenção. Satanás é implacável e tem desviado a muitos. Ele se utiliza justamente das promessas de riquezas e saúde para seduzir os filhos de Deus. Usou essa mesma tentação com o Senhor Jesus, mas Este, por estar cheio da Palavra de Deus, não caiu na armadilha.
“Esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme toda a lei”, ou em outras palavras, “a palavra de Cristo habite em vós abundantemente” (Colossenses 3:16). 
Todo dia com paz

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Deus é nosso confortador

 
 
 
 Nos muitos cuidados que dentro de mim se multiplicam, as tuas
consolações me alegram a alma.
    -- Salmos 94:19

PENSAMENTO:
   Deus é nosso confortador, sustentador e Senhor.  Somente a
graciosa presença e bênçãos dEle podem trazer consolo e conforto às
nossas almas inquietas e desanimadas.  Então voltemos a Ele,
confessando honestamente nossos pecados e nossas tristezas. 
Peçamos que Ele tire a nossa ansiedade e restaure a nossa paixão,
alegria e confiança  da nossa salvação.

ORAÇÃO:
   Todo-Poderoso Pastor, no meio do barulho e confusão de muitos
pensamentos carregados por muitas preocupações, envie seu Espírito
Santo para ministrar a mim.  Preciso do seu conforto e paz.  Peço
por sua presença e sua graça.  Peço em nome de Jesus.  Amém.

http://www.iluminalma.com

sábado, 16 de novembro de 2013

Estabilidade Financeira Antes de Casar? - Heber Campos Júnior

Aprenda com Deus a liquidar de vez os seus inimigos

Por Hermes C. Fernandes ►
Quem não gostaria de livrar-se de vez dos seus inimigos? Pois para espanto de muitos, a receita pra isso pode ser encontrada nas páginas da Bíblia.
Digamos que Jesus nos ofereça os ingredientes, Paulo nos ensina a misturá-los, e Pedro nos ajuda e levá-los ao forno. Antes mesmo de sermos apresentados aos ingredientes, retornemos no tempo, e vejamos o que diz um dos mais ilustres ancestrais de Jesus Cristo, ninguém menos que Salomão: “Sendo os caminhos do homem agradáveis ao Senhor, até a seus inimigos faz que tenham paz com ele”(Pv.16:7). Haveria melhor maneira de liquidar os inimigos do que reconciliando-nos com eles? Por favor, não desista de ler o restante do texto. A coisa não é tão simples e óbvio quanto parece. Aguente aí.
Se quisermos “liquidar de vez” nossos inimigos, nossos caminhos terão que ser agradáveis a Deus. O que significa que temos que fazer as coisas do jeito d’Ele, e não do nosso. A parte que cabe a Deus já foi feita. Paulo, o apóstolo, declara que Cristo é a nossa paz, e que através de Sua cruz derrubou a parede de separação que havia entre os homens, e “na sua carne desfez a inimizade” (Ef.2:14-15). Portanto, a base da reconciliação entre os homens já foi lançada. A parede ruiu! Nada há que nos impeça de sair ao encontro de nossos desafetos e oponentes. Não temos que esperar por eles, e sim, partir em sua direção, propondo-lhes uma trégua permanente. E como isso é possível?
Deixemos que Jesus nos diga como: “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus. Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?” (Mt. 5:44-46). Qualquer tentativa de reaproximação entre desafetos será fadada ao fracasso, caso não seja patrocinada pelo amor. Por isso, antes de dar o primeiro passo, temos que estar certos de que somos motivados pelo mais puro dos sentimentos. Amar aos inimigos não é opcional. É isso evidenciará que somos filhos do Pai Celestial, que concede o sol e a chuva a santos e profanos, gratos e ingratos. Nada nos torna mais parecidos com Deus do que o amor indiscriminado, subversivo e incondicional. Uma vez amando-os, devemos fazer boa propaganda deles, ajudando-lhes na construção de sua reputação, ainda que nos difamem e caluniem, e procurem jogar nossa reputação na lama.
E não pára por aí. Quem ama e fala bem, deve igualmente promover o bem de quem lhe odeia. E pra fechar com chave de ouro: oremos por quem nos trata mal. E não se trata de orar pedindo forra, mas desejando que as mais ricas de bênçãos dos céus cubram a vida de nossos opositores. Vivemos sob a égide da Nova Aliança, e, portanto, não faz sentido fazer orações imprecatórias, suplicando que a ira de Deus alcance nossos inimigos. Foi inspirado nas Palavras de Jesus, que Paulo escreveu: “Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis” (Rm.12:14). “Abençoar” significa falar bem e/ou promover o bem de alguém. “Amaldiçoar”, portanto, é o inverso, isto é, falar mal e/ou promover o mal de alguém. Veja o que Pedro diz sobre isso: “Não tornando mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção” (1 Pe.3:9). Não abençoamos apenas por ser um mandamento, mas também por ser a nossa vocação. Ao bendizer, estamos, ao mesmo tempo, sendo canais através dos quais outros são alcançados pelas bênçãos divinas, e recipientes destas mesmas bênçãos. Em outras palavras, herdamos as bênçãos que liberamos a outros. Se alguém nos prejudicou, nossa reação deve ser contrária a esta conduta. Se pagarmos o mal com o mal, o ciclo se retroalimentará, e por fim, o mal prevalecerá no mundo. Quando porém, no lugar do mal recebido, bendizemos, o ciclo é interrompido, e a paz finalmente é estabelecida.
Nossas palavras devem ser coerentes com nossas ações. De que adianta falar bem de quem não estamos dispostos a abençoar efetivamente? E mais: nossas palavras devem ser coerentes com nossos sentimentos. Alguns dizem que o amor exigido por Cristo não é um sentimento, mas meramente uma atitude. Discordo veementemente. Se não, Paulo não teria dito que devemos ter o mesmo sentimento que houve em Cristo. Seria hipocrisia dizer algo, e sentir outro completamente diferente. O amor não pode ser fingido, como bem sinalizou Paulo. Dizer “eu te amo”, enquanto o coração está cheio de rancor é, no mínimo, enganar a si mesmo.
Como saber se, de fato, amamos e perdoamos a nossos inimigos? Eis a prova dos nove: “Alegrai-vos com os que se alegram, e chorai com os que choram (...) A ninguém torneis mal por mal” (Rm.12:15,17a) Você certamente já leu isso inúmeras vezes, ou ouviu seu pastor recomendar fortemente que a alegria de seu irmão fosse celebrada, e suas dores lamentadas. Porém, se observarmos o contexto imediato, perceberemos que Paulo está falando de nosso relacionamento com aqueles que nos querem mal. Portanto, não se trata de ser solidário com a dor de um irmão, ou partilhar com o mesmo da sua alegria. Antes, trata-se de celebrar a alegria de seu inimigo, ao passo que lamentamos suas tragédias. Caso contrário, o perdão que lhe houvermos liberado não passará de uma farsa.
É plausível supor que Paulo tivesse em mente as palavras do sábio Salomão, inspiradas pelo Espírito Santo : “Quando cair o teu inimigo, não te alegres, nem se regozije o teu coração quando ele tropeçar; para que, vendo-o o SENHOR, seja isso mau aos seus olhos, e desvie dele a sua ira” (Pv. 24:17-18). Como é difícil alcançar este ideal! Só mesmo dependendo da graça celestial para não sentir-nos vindicados ao vermos um inimigo se estrepar. A gente diz que perdoou, mas no fundo, espera que a justiça de Deus o alcance a qualquer momento e o arrebente. Assim, celebramos a miséria do inimigo, enquanto lamentamos profundamente suas vitórias. Isso não é amor! Se não nos convertermos desta postura egoísta e rancorosa, jamais teremos paz com os nossos inimigos, como prometido em Provérbios. Ainda que a justiça divina esteja tratando fortemente com algum desafeto nosso, devemos lamentar, em vez de comemorar. Caso contrário, Deus desviará dele a Sua ira, e passará a tratar diretamente conosco.
A outra evidência de que perdoamos e amamos aos nossos inimigos está no fato de disponibilizarmos nossos recursos para suprir-lhes as necessidades. Veja o que diz Paulo: “Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Rm.12:20-21) Nesta recomendação, mais uma vez o apóstolo se inspira nos provérbios de Salomão. Este, por sua vez, deve ter recordado das palavras de seu pai, Davi, no Salmo 23: “Preparas uma mesa perante mim, na presença de meus inimigos. Unges a minha cabeça com óleo e o meu cálice transborda” (Sl.23:5). Já ouvi pregadores dizerem que tal afirmação tem como foco a forra que a justiça divina nos proporciona sobre nossos inimigos. Deus nos prepararia um banquete para esfregarmos na cara daqueles que duvidaram de nossa competência, ou que se colocaram em nosso caminho para nos prejudicar. A verdade é que este salmo não fala de forra ou de revanche, mas de partilha. Deus nos prepara um banquete para que possamos compartilhá-lo com nossos inimigos. Assim, sua fome e sede serão saciados, e o bem prevalecerá sobre o mal. Enquanto nossa cabeça for ungida com óleo, sobre a cabeça deles se amontoarão brasas de fogo. Em outras palavras, o combustível do amor estará em nós, mas a sua chama arderá neles, e assim, suas consciências recobrarão a sensibilidade há muito perdida.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Renovando forças

 


"Mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam." Isaías 40:31

Pensamento: Antes de levantar vôo a águia fica em um penhasco aguardando até que comece a soprar uma corrente de ar quente em direção ao céu e, lançando-se neste vento, sobe até as maiores alturas. Este "esperar no Senhor" e o "discernir as correntes de ar quente do Espírito Santo" representam as principais etapas do plano de vôo de um cristão. Para aqueles que desejam adorar a Deus e manter comunhão com Ele, é essencial perceber em que direção o Espírito Santo quer fluir e reagir de maneira adequada e sensível (de forma intuitiva) a este mover.

Oração: Senhor Deus ensina-me o segredo das águias, ajuda-me a voar sem bater asas, sendo conduzido pelo fluir da corrente de ar quente do Espirito Santo, que vai em direção ao céu. Leva-me mesmo Pai, as mais altas alturas, aos lugares mais altos e mais longe. Não permita que eu fique parado sem fazer nada, ajuda-me a lançar-me do penhasco na hora certa. Pai querido agora eu entendo Tua palavra, "correm e não se cansam". Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Quem és tu que julgas o servo alheio?

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor
está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso
para o suster.
    -- Romanos 14:4

PENSAMENTO:
   Paulo está falando sobre julgar pessoas sobre questões centrais
da nossa fé. Ele nos lembra de quem é o trabalho para julgar estas
questões.  Ele também nos lembra que a pessoa que julgamos pertence
ao Senhor. Que direito nós temos de julgá-los? Tantas vezes achamos
falta nos outros, julgamo-los sobre uma questão insignificante, mas
nunca lidamos com o pecado óbvio da nossa própria vida.  Vamos
lembrar que responderemos a Deus pelo que fazemos tanto quanto a
outra pessoa que julgamos.’

ORAÇÃO:
   Pai perdoe-me. Confesso que tenho errado, julgando outras
pessoas quando não tinha direito nem autoridade para tal.  Sei que
Jesus morreu para redimi-los.  Sei que o Senhor os ama e tem um
plano para cada um deles.  Por favor, use-me para encorajá-los, não
desanimá-los. No nome de Jesus eu oro. Amém.

http://www.iluminalma.com

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

O ladrão de cebolas

Certo dia entrou numa fazenda e roubou duzentas cebolas. Antes de conseguir fugir, foi preso pelo dono, que o levou diante de um juiz. O magistrado pronunciou a sentença: pagar dez moedas de ouro. Mas o homem alegou que era uma multa muito alta, e o juiz, então, resolveu oferecer-lhe mais duas alternativas; receber vinte chicotadas, ou comer as duzentas cebolas. O ladrão resolveu comer as duzentas cebolas. Quando chegou à vigésima quinta, os seus olhos estavam inchados de tanto chorar, e o estômago queimava como o fogo. Como ainda faltavam 175 cebolas, e viu que não aguentava comer nem meia cebola mais, pediu para receber as vinte chicotadas.
O juiz concordou. Quando o chicote bateu nas suas costas pela décima vez, ele implorou para que parassem de castigá-lo, porque não suportava a dor. O pedido foi aceite, mas o ladrão teve que pagar as dez moedas de ouro.
Depois de cumprido o castigo, o juiz lhe disse:
- Se tivesse aceitado a multa, teria evitado comer as cebolas, e receber as chicotadas. Mas você preferiu o caminho mais difícil. Quando se faz algo errado, é melhor pagar logo e esquecer o assunto.
Essa história me faz lembrar do povo de Israel no Egito, que foram resistentes ao deserto, e sofriam cada vez mais.
Quantas vezes não somos resistentes a correção do nosso Pai? E acabamos nos envolvendo em uma série de problemas? Graças a Deus por Ele ser misericordioso.
http://bibliacomentada.com.br

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Ajuda-nos Senhor tomar decisões certas

 
 
  
 “Quando um espírito imundo sai de um homem, passa por lugares
áridos procurando descanso, e, não o encontrando, diz: ‘Voltarei
para a casa de onde saí’. Quando chega, encontra a casa varrida e
em ordem. Então vai e traz outros sete espíritos piores do que ele,
e entrando passam a viver ali. E o estado final daquele homem
torna-se pior do que o primeiro”.
    -- Lucas 11:24-26

PENSAMENTO:
   Discutem se é possível um Cristão ser possesso por demônio ou
espírito imundo. Alguns vêem nisso um contra-senso, uma vez que o
próprio Espírito Santo de Deus habita no Cristão (Lc 11:13; João
14:17). Como poderia então outro espírito habitar na mesma pessoa?
Outros parecem praticamente fazer carreira de expulsar demônios,
tanto em crentes quanto descrentes. Uma coisa sabemos - dentro de
todos, inclusive crentes, há um espaço que será preenchido. Se não
o preenchermos com a presença de Deus, ele será preenchido pelas
forças do mal, quer seja por forças externas entrando ou desejos
pecaminosos nascendo dentro de nós. Estas palavras de Jesus nos
lembram o contraste que Paulo faz entre o enchimento com vinho e
com o Espírito Santo. Encher-se do Espírito, como Paulo recomendou
aos Cristãos (Efé 5:18), significa deixá-lo preencher tudo em nós.
É o resultado de amar a Deus de todo nosso coração, alma, força e
entendimento (Lc 10:27). Todo Cristão deve possuir dentro dele o
Espírito Santo. Jesus quer que o Espírito Santo possua todo o
Cristão. Hoje, as coisas que você ler e escutar, assistir ou pensar
vão contribuir para lhe encher de alguma coisa. De que será?

ORAÇÃO:
   Santo Deus, precisamos experimentar a plenitude da presença do
Senhor em nossas vidas. Sabemos muita coisa sobre o Senhor, mas,
somente a plena presença do Senhor em nós, preenchendo e
completando-nos, será suficiente. Ajude-nos a tomar as decisões
certas hoje e amanhã para que o Espírito Santo possa tomar conta de
todo o espaço que há em nós. Que Ele tenha prazer em habitar em
nossos corações. Em nome de Jesus e pelo poder do Espírito oramos.
Amém.

http://www.hermeneutica.com

Palavra perfeita e maravilhosa!

 

"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam." 1 Coríntios 2:9

Pensamento: Pra mim esta é a palavra mais perfeita e mais maravilhosa !!! É incrivel pensar que já vimos tanto da bondade de Deus, como a criação do mundo, a natureza com tantas coisas lindas, o amor de Deus revelado por nós através de Cristo Jesus, os milagres, e tantas outras coisas. Mas mesmo assim, esta palavra nos diz, que nem sequer tudo isso que já testemunhamos, se compara com o que Deus ainda têm para mostrar aos que o amam. Que coisa tremenda é imaginar que vamos poder provar de tudo isso que Deus tem preparado pra nós.

Oração: Obrigado Senhor, sabes minha paixão para com essa palavra, sei que o céu e a vida eterna, estão muito além da minha capacidade de pensamento, e que será muito melhor do que tudo que sou capaz de imaginar. Esta esperança de viver no céu com o Senhor é o meu maior motivo de alegria nesta vida, a alegria da salvação não tem explicação. Obrigado Deus. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Regozijai-vos sempre no Senhor

 

 "Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai- vos. Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor." Filipenses 4:4-5

Pensamento: Por causa da proximidade do Senhor, podemos regozijar e tratar outros com gentileza. Ele está próximo porque ele vive em nós através do seu Espírito. Ele está próximo porque sua vida está iminente. Ele está próximo porque quando reunimos outros crentes, servimos outros que estão necessitados, ou compartilhamos o Evangelho com amigos e pessoas de outras culturas, Ele prometeu estar conosco. Não há nada mais contagioso do que uma pessoa alegre e bondosa. Porque Jesus vive em nós, trabalha através de nós e está vindo para nós, podemos ser alegres e gentis!

Oração: Pai, estou muito feliz ao saber que nunca estarei sozinho. Obrigado por enviar Jesus para morrer pelos meus pecados. Obrigado por enviar Jesus para juntar-se a mim quando estou reunido com outros cristãos, quando sirvo outros no nome de Jesus e quando compartilho o Evangelho. Por favor, deixe que a alegria duradoura que sinto por causa da sua presença seja evidente na maneira em que vivo e na maneira em que sirvo outros. No precioso nome de Jesus eu oro. Amém.
Devocional diário

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Sujeitarmos a Deus.





"Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." Tiago 4:7

Pensamento: Devemos nos sujeitar a Deus e andar em conformidade com a Sua palavra, vivendo o evangelho com obediência, santidade e novidade de vida. Através da oração, jejum, alimento sólido e fruto do Espírito, poderemos resistir, opor-se, fazer frente, defender-se, e enfrentar os dardos inflamados do diabo. Quando nos sujeitamos a Deus somos revestidos de poder, unção e autoridade, e então resistimos ao diabo, ladrão, pai da mentira, acusador e príncipe das trevas, e ele sem ter como nos vencer é obrigado a fugir. Aleluia.

Oração: Deus eu resisto toda obra do diabo, em nome de Jesus, declaro que minha vida é santa, separada, e entregue ao Senhor. Meu desejo é que se cumpra Sua vontade e Seu propósito em minha vida. Cancelo toda armadilha do inimigo, em nome de Jesus, declaro visão espiritual aberta para que eu seja vigilante e não me deixe levar pelas artimanhas do diabo. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

Moda longo

saialonga6

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

" Sementes de esperança "

 

"E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará. Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria. Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra." 2 Coríntios 9:6-8

Pensamento: O conceito biblico de plantio e colheita se refere ao principio da multiplicação sobrenatural e divina do Reino de Deus. Quanto mais semearmos, mais vamos colher e se for bom o que semearmos colheremos coisas boas. Interessante desta passagem que Deus "pode" fazer abundar toda graça. Ele pode, mas não significa que é obrigado. Por isso devemos plantar nossas sementes na esperança da colheita, mas não devemos tornar isso a principal motivação do nosso coração e esperar que Deus obrigatoriamente nos envie a colheita, além do que vale mais nosso galardão no céu do que a colheita aqui na terra.

Oração: Senhor Pai misericordioso, reconheço Sua grandiosidade e soberania e Sua capacidade de fazer abundar toda graça. Também reconheço Sua generosidade e vontade de satisfazer nossos desejos. Então quando eu plantar minhas sementes, sejam elas de amor, esperança, consolo, fé e piedade, ou sejam elas financeiras e materiais, que eu faça com alegria e não motivado somente pela colheita. Eu se eu ainda não pratico na minha vida o "semear" do Reino de Deus, me capacita para que eu experimente a graça maravilhosa da multiplicação. Amém.
Devocional diário

terça-feira, 29 de outubro de 2013

" FÉ "

 


"Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem." Hebreus 11:1

Pensamento: A fé é algo real e palpável, mas, ao mesmo tempo, invisível. Assim é a fé: ela mostra uma realidade de algo inexistente, ou seja, dá realidade às coisas invisíveis, considerando-as como se fossem objetos da visão física. Portanto, aí está o grande poder da fé: trazer à existência as coisas que não existem.

Oração: Pai Querido, ensina-me a viver em fé, com uma absoluta certeza que o melhor pra minha vida já está preparado pelo Senhor, e que as adversidades do meu dia-a-dia não podem me separar do Seu infinito amor. Eu rejeito toda angustia, toda ansiedade, e peço perdão ao Senhor pois tais coisas mostram a minha falta de fé. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

sábado, 26 de outubro de 2013

Relacionamento pessoal com Deus

 
 
 
 
 “Eu lhes dei autoridade para pisarem sobre cobras e escorpiões,
e sobre todo o poder do inimigo; nada lhes fará dano. Contudo,
alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque
seus nomes estão escritos nos céus”.
    -- Lucas 10:19-20

PENSAMENTO:
   Continuando o pensamento anterior, Jesus fala daquilo que é
realmente importante. O exercício de poder sobrenatural impressiona
os homens. Expulsar demônios ou resistir aos ataques do inimigo
chamam nossa atenção. Contudo, para Deus o prodígio infinitamente
maior é a salvação de uma alma. Entre todos os milagres que Deus
pode fazer, este Ele só faz com a cooperação do homem. Este
prodígio depende de um relacionamento pessoal com Deus. Como Fred
Craddock lembrou em seu comentário sobre Lucas, "Nossa alegria
maior deve ser, não que tenhamos certos dons ou habilidades, mas,
que Deus nos recebeu e nos aceitou, que nossos nomes estão
arrolados nos céus'." Esta alegria é maior porque é a prova maior
do amor de Deus por meio de Jesus. E esta alegria durará pela
eternidade. Que possamos medir todas as outras alegrias das nossas
vidas por essa.

ORAÇÃO:
   Santo Deus, maravilhoso Pai, obrigado, obrigado, obrigado por
Jesus. Como é que o Senhor teria nos persuadido do tão grande amor
do Senhor por nós, se não fosse por Jesus? Que a alegria da nossa
salvação seja restaurada por essas palavras de hoje em diante. Que
nunca esqueçamos que um relacionamento genuíno e pessoal com o
Senhor é o maior presente que um filho pode receber. E o Senhor nos
deu este relacionamento por meio de Jesus. Obrigado. Em nome de seu
Filho Amado oramos. Amém.
www.iluminalma.com
 

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Peçam, e lhes será dado.

 


 "Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta." Mateus 7:7-8

Pensamento: No sermão do monte Jesus pregava para a multidão, e neste momento da mensagem, Suas palavras são de esperança, demonstrando como Ele é fiel para àqueles que o seguem !!! Repare neste versículo, para todas as nossas atitudes, Jesus afirma que há uma resposta positiva nos aguardando !!! Então se eu tenho fé, uma vida de intimidade com Deus, uma vida de renúncia e fidelidade ao Senhor, Ele irá me honrar !!! Através da oração pedimos e com fé recebemos !!! A resposta vem de Deus !!! Se estiver difícil, clame, chore, derrame-se no altar do senhor, insista, persista, pois todo aquele que pede, recebe !!! Deus cumpre Suas promessas, os que buscam, encontram !!! Deus tem prazer em nos abençoar. (obrigado pela ajuda amore).

Oração: Pai de amor, e bondoso Deus, só mesmo Jesus para trazer à nos palavras como estas, que nos renovam a esperança, que nos faz perseverar, seguir adiante, levantar nossa cabeça, e fixar os olhos na vitória, na resposta que vem do Senhor. Às vezes buscamos em muitos lugares, usamos nossas forças para fazer as coisas do nosso jeito, e não encontramos nada. Mas obrigado porque todas as vezes que buscamos em Ti, e entregamos tudo ao Senhor, podemos descansar e esperar até que a porta seja aberta. E a porta que o Senhor abre ninguém pode fechar. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Que rumo tomar?

 
 
 
Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, e a morte e o mal; Porquanto te ordeno hoje que ames ao SENHOR teu Deus, que andes nos seus caminhos, e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas, e te multipliques, e o SENHOR teu Deus te abençoe na terra a qual entras a possuir. Porém se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido para te inclinares a outros deuses, e os servires, Então eu vos declaro hoje que, certamente, perecereis; não prolongareis os dias na terra a que vais, passando o Jordão, para que, entrando nela, a possuas; Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, Amando ao SENHOR teu Deus, dando ouvidos à sua voz, e achegando-te a ele; pois ele é a tua vida, e o prolongamento dos teus dias; para que fiques na terra que o SENHOR jurou a teus pais, a Abraão, a Isaque, e a Jacó, que lhes havia de dar. Deuteronômio, 30, 15-20
 
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. João, 3, 16-19

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sonda-me, ó Senhor

 

"Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno." Salmos 139:23-24

Pensamento: Amados é um privilégio ter um Deus que conhece nosso intimo, mais do que nós mesmos o conhecemos. Muitas vezes não entendemos o que estamos passando, não sabemos qual direção devemos seguir, não sabemos o que passa dentro de nosso coração, mas o Senhor conhece nossa necessidade, nossa dúvida, nossos medos, e somente Ele é capaz de nos guiar pelo melhor caminho.

Oração: Pai querido, entrego meu coração, meus sentimentos e minhas emoções ao Senhor. Minha vida esta em Suas mãos, sei que há tempo para todas as coisas, por isso se houver tristeza, medo, solidão, dúvida, sei que estas coisas são para minha edificação. Guarda meus caminhos, e livra meus passos do caminho do mal. Eu oro em nome de Jesus. Amém.
Devocional diário

Aprendendo com os erros do filho mais velho da parábola do Filho Pródigo!

 


 Aprendendo com
os erros do filho mais velho da Parábola do Filho Pródigo.

        É possível uma pessoa ter um pai incrível, uma casa maravilhosa, um campo cheio de novilhos, empregados, acesso à boa música, amigos e, mesmo assim, estar insatisfeito, vivendo como um pobre infeliz?
        Veja como a atitude do irmão mais velho do "filho pródigo" revela sentimentos autodestrutivos. O texto diz:

"E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças. (25)  E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo. (26)  E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo. (27)  Mas ele se indignou, e não queria entrar. (28)   (Lc 15.25-28).

        Quando o "filho pródigo" chegou em casa, depois de ter passado muito tempo fora, seu  irmão mais velho estava no campo, e demorou a retornar. Quando estava voltando, ao ver aquela festa promovida pelo pai para celebrar a volta do irmão caçula,  ele deixou vazar do seu coração os sentimentos negativos que fazia dele um "pródigo",  apesar de não ter saído de casa.
        Veja como ele está em crise:
Primeiro: ele não aceitava entrar naquela festa "... indignou-se e não queria entrar"; Segundo: ele já não considerava o outro como seu irmão, ele diz ao pai: "Este teu filho...; Terceiro: o que o pai estava fazendo para o outro filho ele considerava um desperdício: "Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado"; Quarto: ele, apesar de ter tudo, vivia como um mendigo,  era um rico/pobre; Quinto: ele cobra do pai aquilo que já era seu,  por direito: "Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas..."; Sexto: ele nunca conseguiu servir e obedecer ao pai por amor e prazer. "Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos...";  Sétimo: ele sofre de complexo de superioridade e de perfeição. Isto fica explícito quando ele afirma: "...Te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento..."; Oitavo: ao não querer se envolver na festa do pai, do irmão, enfim, da festa da família,  ele acabou se revelando como uma pessoa que possuía um tipo de estado de mau humor crônico.
1. Quando a festa do outro incomoda.
         A inveja é um dos sentimentos mais destrutivos que acabam deformando as pessoas. A palavra "inveja" deriva do latim invidia, descrito no dicionário inglês, Oxford, como "olhar malicioso".  
        O que o irmão do "filho pródigo" não sabia era amar. Isso  porque só as pessoas que amam de verdade são capazes de chorar com os que choram e celebrar com os que celebram (Rm 12.15). São estas as pessoas que não permitem que a inveja encontre espaço no seu coração porque o mesmo transborda de amor. Foi o apóstolo Paulo quem afirmou: "... o amor não é invejoso..." (1 Co 13.4).  Há pessoas que são capazes de chorar com os que choram, mas não são capazes de se alegrar com os que se alegram. Você sabia que há aqueles que "amam" você  quando você está sofrendo, e que o "odeiam" quando você está feliz?
Podemos também definir a inveja como um sentimento de inferioridade, que encontra alívio na contemplação das tristezas e infortúnios reais ou imaginários dos outros. Incapaz de superar suas fraquezas, o invejoso consola-se com o pensamento de que todos as têm em dose igual. É a democracia dos complexos. A inveja é como erva-daninha, que viceja em qualquer terreno. E, muitas vezes, brota onde menos se espera.
"A inveja é chamada de pecado destruidor porque não se conforma com possuir mais, ou melhor. Gostaria, sim, de destruir o que o outro possui. Por isso mesmo, acaba destruindo o próprio invejoso, corroendo o seu coração com o desgosto de contemplar o bem do próximo", descreve o Jesus Hortal, doutor em Direito Canônico e reitor da PUC-Rio. Segundo ele, a doutrina clássica define a inveja como "uma tristeza por causa do bem alheio". Ou seja, o incômodo surge em decorrência não do próprio sentimento de falta, mas como uma infelicidade pela posse do outro.
        O desejo é o de possuir aquilo que é possuído pelo outro. É "preciso" comprar o carro do outro, não igual, mas, de preferência, o mesmo. É "preciso" ter o mesmo casaco, comprado na mesma loja. Se não se consegue isso, então a saída é queimar o casaco do outro com um isqueiro ou fósforo.   Acidentalmente, e inconscientemente, é claro! Pois a cólera causada pela inveja desperta o desejo inconsciente de destruir aquilo que é cobiçado no outro. Se não se tem, então é preciso destruir. Mas, em cada pessoa, esses sentimentos manifestam-se de formas diferentes. Antítenes disse: "A inveja consome o invejoso como a ferrugem, o ferro".  A Bíblia registra muitos casos de conflitos, perseguição e morte por causa da inveja.
  • A inveja foi a causa do primeiro homicídio registrado na Bíblia: "Caim matou seu irmão Abel" (Gn 4.4-8).
  • A inveja foi à causa dos grandes problemas na família de Jacó (Gn 37.11).
  • A inveja foi à causa da perseguição de Saul contra Davi (1 Sm 18.8).
  • A inveja foi à causa da morte de Core e mais quatorze mil e setecentos homens (Nm 16.1-50).
  • A inveja fez Sabala se opor ao trabalho de Neemias (Ne 2.10).
  • A inveja de Hamã foi à causa do seu enforcamento (Et 5.13; 7.10).
  • A inveja dos homens levou Daniel para a cova dos leões (Dn 6.1-28).
  • Os principais sacerdotes, movidos pela inveja, entregaram Jesus para ser crucificado (Mc 15.10).

        Thomas Brooks disse: "A inveja tortura as afeições, incomoda a mente, inflama o sangue, corrompe o coração, devasta o espírito; e assim se torna, ao mesmo tempo, torturadora e carrasco do homem".
        Em uma de suas mensagens, o pastor, Wagner Gabi, contou uma ilustração que nunca mais esqueci:
         "Era uma vez uma cobra que começou a perseguir um vagalume, que só vivia a brilhar. Ele fugia rapidamente, com medo da feroz predadora. Mas a cobra nem pensava em desistir. O vagalume fugia um dia, dois... Mas ela não desistia. No terceiro dia, já sem forças, o vagalume parou e perguntou à cobra:
        - Posso fazer-lhe três perguntas?
        - Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou comer você mesmo, pode perguntar.
        - Pertenço à sua cadeia alimentar?
        - Não.
        - Fiz-lhe alguma coisa?
        - Não.
        - Então, por que você quer me comer?
        - Porque não suporto ver você brilhar..."
A inveja continua sendo a causa dos conflitos nos relacionamentos, das divisões nas igrejas, das perseguições dentro das empresas e das guerras entres os povos e de muitas mortes no mundo.
Teste seu coração, com relação à inveja.
O retrato de um invejoso...
1.      Não suporta ouvir o outro falando sobre os seus  sonhos, projetos e ideais. Isso lhe provoca a ira. (Ex.: José e seus irmãos, Gn 37).
2.      Diante do sucesso do outro, a pessoa se sente injustiçada por Deus.
3.      O invejoso sente-se incomodado com a presença daquele que está celebrando uma grande conquista. A manifestação de alegria do outro lhe causa perturbação.
4.      Busca difamar (tirar a boa fama)  do outro, que está melhor do que ele, que chegou na frente, que fez melhor, que conquistou mais.
5.      As conquistas do outro provocam-lhe grande tristeza, estraga o seu dia, o faz perder o sono.
6.      Alegra-se quando fica sabendo do fracasso do outro.
7.       São capazes de levantar uma calúnia para impedir o crescimento do outro.
8.      Toda pessoa invejosa é "fofoqueira". Uma das causas das conversas vis é a inveja.
(Pv 27.4; Ec 4.4; Mt 7.22; Rm 13.13; 1 Co 3.3; 1 Co 13.3.).


--------------------------www.familiaegraca.com.br------------------------