Salmo

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Banquete Espiritual

Quanto a vós outros, a unção que dEle recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nEle, como também ela vos ensinou. 1 João 2:27
Creiamos na Palavra. Quem assim come o Pão do Céu é nutrido diariamente e saberá o que significam estas palavras: “Não tendes necessidade de que alguém vos ensine” (1Jo 2:27). Temos lições puras saídas dos lábios dAquele a quem pertencemos, dAquele que nos comprou com o preço de Seu sangue.
A preciosa Palavra de Deus é um sólido fundamento sobre que se pode construir. Quando os homens se acercam de vocês com suas suposições, digam-lhes que o Grande Mestre lhes deixou Sua Palavra, a qual é de incalculável valor, e que Ele enviou um Consolador em Seu nome, a saber: o Espírito Santo. “Esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (Jo 14:26). “Eu sou o pão vivo que desceu do Céu; se alguém dele comer, viverá eternamente; e o pão que Eu darei pela vida do mundo é a Minha carne” (Jo 6:51).
Aí nos é apresentado um rico banquete, do qual podem participar todos os que crêem em Cristo como Salvador pessoal. Ele é a Árvore da Vida para todos quantos continuam a alimentar-se dEle.
Fui instruída a perguntar aos que professam receber a Cristo como seu Salvador pessoal: Por que ignoram as palavras do Grande Mestre, e enviam cartas a seres humanos para receber palavras de conforto? Por que confiam na ajuda humana quando têm as promessas abundantes, plenas e maravilhosas. “Quem comer a Minha carne e beber o Meu sangue permanece em Mim, e Eu, nele. Este é o pão que desceu do Céu, em nada semelhante àquele que os vossos pais comeram e, contudo, morreram; quem comer este pão viverá eternamente” (Jo 6:56, 58). Eles podem morrer, contudo a vida de Cristo neles é eterna, e eles serão ressuscitados no último dia. “O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida” (v. 63). [...]
Sou instruída pela Palavra de Deus de que Suas promessas são para mim e para todo filho de Deus. O banquete está estendido diante de nós; somos convidados a comer a Palavra de Deus, a qual fortalecerá os músculos e nervos

Um comentário:

Genilda Silva disse...

Achei muito interessante a parte onde comentou sobre enviar cartas para receber palavras de conforto, tendo em nossas mãos a carta do Senhor escrita para nós com todas as promessas que precisamos crêr para nos manter em pé na fé.
http://princesas-de-deus.blogspot.com/