Salmo

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Orarmos uns pelos outros

Terminamos nosso estudo bíblico ontem à noite, e como sempre, terminamos orando uns pelos outros e pedindo as bênçãos de Deus pelo restante da semana. Mas, quando terminamos de orar, perguntei aos meus amigos se realmente temos orado uns pelos outros durante a semana... e todos nós saímos de lá refletindo sobre isso.
 
Será que eu oro de verdade pelos meus amigos, pela minha esposa, pela minha família, pelos meus amigos? Ou será que a minha oração é mais ou menos assim: “Meu Deus, abençoa o José, e a Maria; abençoa a Marta e o Josué; abençoa o Ricardo e a família dele. Senhor, abençoa minha esposa, meus filhos, minha mãe, meu pai, minha irmã, etc, etc, etc... e Amém!”
 
Fiquei pensando se quando eu cito você, ou qualquer outra pessoa que conheço em minhas orações, eu realmente estou orando por você. Será que eu paro realmente para pensar sobre o que você está precisando, ou por qual situação está passando?
 
Eu digo que oro por você; mas será que oro? Você diz que ora por mim. Mas será que ora mesmo? Quanto tempo você para e pensa por quais motivos eu talvez esteja precisando de oração? Talvez “Senhor, abençoa o Sérgio Müller lá de Joinville, amém!” E tudo bem, eu agradeço muito pelas suas orações, e sei que não precisamos falar muito em nossas orações para que elas sejam atendidas. Mas o que gostaria que todos nós refletíssemos hoje é se temos nos aprofundado de verdade em nossas orações em favor de todos aqueles que amamos, ou que são nossos amigos e conhecidos.
 
Talvez você ore pela sua esposa todos os dias dizendo: “Senhor, abençoe a minha esposa, cuida dela Senhor, fortaleça a vida dela. Abençoa nosso lar e também nossos filhos”. Mas eu pergunto (estou cheio de perguntas hoje, percebeu?): Qual foi a última vez que você “batalhou” em oração pela sua esposa (o) ou seus filhos? Quando foi a última vez que você orou, mais ou menos assim, por eles:
 
Pai, sei que Tu tens abençoado a minha esposa, mas quero te pedir que o Senhor esteja cuidando da minha esposa (o). Por mais que eu a (o) conheça, só Tu sabes o que se passa em seu coração. Existem coisas que se passam no coração dela (e) e que só Tu sabes e compreendes. No fundo não sei que lutas ela (e) pode estar enfrentando quando não está perto de mim, por isso peço Tua proteção e cuidados sobre sua vida. Notei que minha esposa (o) estava meio quieta (o) dias atrás... talvez seja só cansaço, sei lá. Mas eu peço que o Senhor esteja agindo em favor dela (e), e que Teu poder se manifeste na vida dela (e). Em nome de Jesus, amém!”
 
Entendeu onde estou querendo chegar? Quero dizer que nossas orações podem ser mais do que simplesmente “abençoa meu pai, minha irmã, minha esposa, meu marido, meu pastor, meu chefe, meu gato, meu cachorro... abençoa... abençoa... abençoa!”
 
Claro que assim como eu você conhece dezenas, centenas de pessoas, talvez. E sei que é impossível saber cada detalhe ou necessidade deles. Mas eu penso (e estou falando por mim) que nós podemos orar de uma forma mais profunda e impactante em favor de todos aqueles que dizemos que amamos ou pelos quais até dizemos por aí que oramos todos os dias. Seria ótimo, eu sei, se cada pessoa que nos pede oração abrisse seu coração e nos contasse o que tem afligido sua vida, mas eu sei que a maioria de nós não se abre totalmente para contar aos outros suas dores, angústias, lutas, tentações, dificuldades, etc.
 
Quando você orar pelos seus filhos, não ore somente em cima daquilo que sabe que está acontecendo com eles. Pense, reflita, ore sobre as batalhas, lutas, medos, interesses, tentações que eles possam estar passando.
 
Quando orar pelo seu esposo ou sua esposa, não ore somente por aquilo que você percebe que eles estão passando. Pense, reflita, ore sobre aquilo que você não sabe, mas que sabe que são situações que ele ou ela podem estar enfrentando todos os dias.
 
Quando orar por seus irmãos, sua família, seus irmãos de fé, vá mais longe. Pense em quais são as possíveis situações que eles possam estar precisando de oração. Alguns podem estar com sérios problemas de saúde, ou com grandes dificuldades financeiras, ou quem sabe passando por uma crise pessoal em alguma outra área da sua vida.
 
Eu sei que você sabe da importância de orarmos uns pelos outros. Mas será que oramos mesmo uns pelos outros? Quando você diz para alguém que tem orado por ele, isso é verdade?
 
E só mais uma coisinha: Depois de orarmos por todas essas pessoas, aguardemos alguns minutinhos. Esperemos para ver se Deus não tem algo a te dizer sobre eles, ou sobre algo que Ele quer que façamos por eles.
 
“Senhor, peço que cada pessoa que está terminando de ler essas palavras agora tenha entendido o que eu quis compartilhar, e seja despertado para uma vida de oração mais profunda em favor de todos aqueles a quem ama, e por todos aqueles pelos quais se comprometeu a orar. Peço-te que todos nós sejamos despertados para nos interessarmos de verdade uns pelos outros, e não somente citarmos o nome de fulano ou beltrano em nossas orações apressadas. Que nossa vida de oração seja impactada, que a oração intercessória seja realmente intercessória. Que o Senhor nos revele as dores, as dificuldades e as lutas que nossos queridos têm enfrentado. Que possamos não só orar, mas sempre que for necessário, chorarmos também uns pelos outros, para que mais tarde venhamos a nos alegrar uns com os outros ouvindo daquilo que Tu fizeste em favor de todos nós. Senhor, sei que Tu conheces cada pessoa em particular que está lendo está oração, e peço que algo extraordinário seja feito na vida de cada uma dessas pessoas a partir desse dia, para a glória do Teu Nome. Em nome de Jesus Cristo, amém!”
 
Deus te abençoe!
 
Sérgio Müller
 

Um comentário:

Alexeya Barros disse...

Olá, tudo bem?

Também tenho um blog com mensagens edificantes que foi premiado com o Selo Premiação Blog The Cracking Chrispmouse Bloggywog Award. Seu criador pensou no Selo como forma de Blogs premiar Blogs, semeando alegria, paz, esperança e amor.

Caso aceite, visite meu blog para cumprir o desafio de premiar outros semeadores.
Deus te abençoe ricamente.

http://quemusaafechegaaondequer.blogspot.com.br/

Abraços,
Alexeya